Mulher vende cocada na PE-60 em Ipojuca para ajudar no sustento da família

Foi com o objetivo de ajudar no sustento de seus dois filhos que Vânia Maria da Silva, 24 anos, resolveu ir às Ruas de Ipojuca para ganhar a vida.⠀

Natural de Barreiros na Mata Sul de Pernambuco, ela reside há alguns anos na comunidade ipojucana da Bela Vista e após ficar desempregada e passar por dificuldades financeiras, decidiu que seria vendendo cocada que incrementaria a renda familiar. ⠀

Quem passa na rodovia PE-60 em Ipojuca, das 12h às 17h, nas proximidades da lombada eletrônica a encontra sempre com sorriso no rosto e um enorme entusiasmo. ⠀

Ali, com o fluxo intenso de veículos que se deslocam diariamente, vende suas deliciosas cocadas de leite condensado, coco branco e queimado ao preço de R$ 3 a unidade. Quem leva duas, paga R$ 5. ⠀

Antes de comercializar a guloseima na PE-60, ela vendia os produtos em Porto de Galinhas. “Apesar das dificuldades, todos os dias venho trabalhar com alegria e minha maior motivação são os meus filhos. Não podemos ficar parados, temos que nos virar, pois o povo brasileiro é em sua maioria batalhador. Não há vergonha, todo trabalho é digno”, destacou Vânia. ⠀

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.