Comandante da PM de Pernambuco cai após excesso policial em protesto contra Bolsonaro

O comandante da Polícia Militar de Pernambuco, Vanildo Maranhão, pediu, na noite desta terça-feira (1º/6), a exoneração do cargo. O governador Paulo Câmara (PSB) aceitou o pedido.

Segundo nota, Maranhão será substituído pelo coronel José Roberto Santana, que atualmente ocupa o cargo de diretor de Planejamento Operacional da PM. Já o novo comandante será nomeado nesta quarta-feira (2/6).

“As investigações sobre as responsabilidades das agressões praticadas por policiais militares durante a manifestação ocorrida no último sábado no centro do Recife continuam. Há procedimentos investigatórios instaurados pela Corregedoria-Geral da Secretaria de Defesa Social e pela Polícia Civil”, conclui a nota do governo de Pernambuco.

Via Metrópoles

Foto: Diego Nigro

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.