Candidatos questionam resultado de seleção simplificada da saúde em Ipojuca  

Candidatos que participaram da seleção simplificada da Secretaria de Saúde do Ipojuca procuraram a Rede i de Comunicação para questionar o resultado do certame, lançado no último mês de março com o objetivo de realizar a contratação temporária de profissionais de diversas áreas para o enfrentamento da covid-19 no município. Ao todo, 89 vagas foram ofertadas.  

Em reserva, participantes do cargo de coordenador de enfermagem questionaram a candidata vencedora para a única vaga disponível. De acordo com os relatos, a profissional classificada para o cargo, Ewelynni Tatyany Vital Ramos, atingiu o resultado final 110, quando a pontuação máxima, conforme o edital, era 100.  

Candidata classificada para a função de coordenadora de enfermagem da seleção simplificada obteve nota 110

“Ela já trabalha na Prefeitura do Ipojuca, pois possui cargo comissionado desde 2019 na Secretaria de Saúde, o mesmo órgão que organizou a seleção simplificada. No mínimo, suspeito. Além disso, ela atuou nesta mesma função, a de coordenadora de enfermagem para enfrentamento do coronavírus em 2020, só que naquele ano não teve seleção simplificada. Como se não bastasse, ela tem um vínculo no Estado, nada contra, mas fica difícil dar uma carga horária de 30 horas semanais com outro vínculo. Enfim, queremos que isso seja revisto”, declarou uma candidata sob reserva.  

Edital previa 100 como pontuação máxima na avaliação curricular

A TV Ipojuca se coloca à disposição da Secretaria de Saúde e da candidata para os esclarecimentos necessários.

Contracheques revelam vínculo da candidata com a Prefeitura do Ipojuca e Governo do Estado.

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.