Ala do PT crítica aliança do partido com Carlos Santana em Ipojuca

Uma ala do Partido dos Trabalhadores (PT) em Ipojuca denominada “Movimento de Resistência e Luta” divulgou nesta quinta-feira (03) uma nota de repúdio contra a aliança da legenda com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) no município, que tem como pré-candidato o ex-prefeito Carlos Santana.

Um dos principais motivos para o descontentamento do grupo é o histórico do socialista, que durante muito tempo foi filiado ao PSDB, sigla antagônica ao PT. O acusam ainda já ter denegrido a imagem dos ex-presidentes Lula e Dilma e de ter utilizado a violência contra movimentos sociais em Ipojuca. “O ex gestor representa tudo que vai de encontro a ideologia petista”, afirma trecho da nota.

Segundo o presidente do PT Ipojuca, Aderbal Ferreira, esta ala da sigla é ligada a prefeita Célia Sales e possui vínculos com a gestão municipal, não representando o posicionamento do diretório municipal.

Já Leandro Venturino Santos, um dos representantes do movimento, disse que a ala representa a maioria dos filiados e conta com o apoio de movimentos sociais, a exemplo do MTST, associações de agricultores, dentre outras. Destacou ainda que o seu grupo possui 13 integrantes dos 17 que compõe a mesa diretora do partido e que recorreu ao diretório nacional para desfazer a aliança.

Confira a nota

PARTIDO DOS TRABALHADORES

MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA E LUTA

Após tomar conhecimento da decisão da Executiva Estadual do Partido em apoiar o ex prefeito Carlos Santana veiculada na mídia, Dirigentes Partidários e a militância Petista Ipojucana, vem a público, lançar uma moção de repúdio, e marcar posicionamento.

Militante histórico do PSDB, partido que deixou recentemente para filiar-se ao PSB, o ex gestor representa tudo que vai de encontro a ideologia petista.

O ex tucano, sempre se posicionou contra o partido em nosso município, sempre teve uma postura de direita, agindo contra a reforma agrária, denegria a companheira Dilma e o companheiro Lula, perseguindo trabalhadores, chegando até a apoiar o PSB na derrubada de casas em nosso Ipojuca.

Para o PT apoiar Carlos Santana em Ipojuca assemelha-se a cogitação do PT Nacional apoiar Aécio Neves para presidente, é inconcebível. Além do fato dele estar no PSB, partido que fora tão somente aquele que foi decisivo para instauração do Golpe na companheira Dilma.

Portanto vimos através deste esclarecer a toda a população Ipojucana que não queremos de volta ao comando da prefeitura do Ipojuca uma cabeça tucana, num corpo socialista. Quem não lembra do governo do ex gestor que fora derrotado nas urnas em outubro de 2016 e em abril de 2017, onde o PSB indicou e comandou quase todas as secretarias de nosso município, com Daniele Lima Barbosa (Secretária de Planejamento e Gestão, Margarete Zaponi(Educação), Marcelo Barros(Finanças), Erika Luna (Infraestrutura), Zelma Pessoa(Saúde), José Eduardo Cortes(Turismo e Cultura), sem falar em seu sobrinho Pedrinho Santana. Não queremos voltar ao passado, e não podemos esquecer a história deste tucano que ora se apresenta como pomba da paz, como o próprio presidente do PT municipal, que se diz aliado, o classifica em áudios que circulam nas redes sociais – O SARUÊ. A militância segue unida marchando num campo progressista e reafirmando apoio a coligação que fazemos parte deste 2017. A sigla pode ir com o PSB, mas como o partido é feito de pessoas, estas têm o livre arbítrio de escolher, e baseado no aqui exposto, a militância petista ipojucana decidiu apoiar Célia Sales.

Ipojuca, 03 de setembro de 2020

Movimento Resistência e Luta

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.