Prefeitura do Ipojuca solicita ao Governo do Estado que o litoral ipojucano seja aberto para práticas esportivas individuais

Após 80 dias de praias interditadas em Ipojuca, Litoral Sul de Pernambuco, e com a taxa de ocupação em queda nas unidades de saúde do município, a Prefeitura do Ipojuca enviou, nesta sexta-feira (12), o ofício nº95/2020 ao Governo do Estado solicitando que as praias ipojucanas fossem abertas para práticas exclusivas de atividades físicas individuais das 4h às 11h.

Ipojuca, que possui praias internacionalmente conhecidas, como Porto de Galinhas e Maracaípe, foi a primeira cidade do estado a interditar o litoral, em 22 de março, antes mesmo do decreto estadual, na tentativa de conter o fluxo de turistas e, assim, diminuir os riscos de contaminação com o COVID-19.

No ofício encaminhado ao Estado, o município explica que entende a preocupação que a crise sanitária mundial exige e que, exatamente, por seguir, com rigor, os protocolos exigidos, alcançou índices que justificam o pedido. “Conseguimos um achatamento na curva, com diminuição significativa do número de infectados e óbitos, tendo como reflexo imediato esvaziamento nas unidades hospitalares, que hoje, contam com apenas 6,3% de taxa de ocupação na sala vermelha e 14,8% da sala amarela”, diz um trecho do ofício.

A Prefeitura do Ipojuca também salienta que, além da preocupação com o enfrentamento à pandemia do Novo Coronavírus, não pode “descuidar da saúde física e mental da nossa população municipal”. Ainda contém no ofício: “Assim, diante do exposto, apresentamos a necessidade da liberação das praias do nosso litoral, para a prática exclusiva de atividades físicas individuais, atendendo à primeira fase do protocolo municipal, que vem sendo construído junto a este Governo do Estado, sendo respeitadas as regras de distanciamento social necessárias, com limitação de horários, sendo sugerido para tanto, o horário das 4h às 11h”.

Na primeira semana de junho, conforme solicitado pelo Governo do Estado, a Prefeitura do Ipojuca entregou a sua sugestão de protocolo de abertura do litoral ipojucano. A prefeita Célia Sales, junto com a secretária municipal de Turismo, Carol Vasconcelos, participaram de uma videoconferência com o secretário estadual de Turismo, Rodrigo Novaes, e representantes de outros municípios para discutir a questão. Assim como vem sendo orientado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o município sugeriu o protocolo de reabertura em fases, observando o grau de respeito da população com as novas medidas e as curvas de contágio do COVID-19.

Nesta primeira fase, motivo do ofício, seria exclusivamente para práticas esportivas individuais sem a presença do comércio (ambulantes, barraqueiros, jangadeiros, entre outros). E as fases seguintes, compreenderia outras flexibilizações, a depender dos índices de contaminação.

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.