Porto de Suape era usado por organização para enviar droga da Bolívia para Europa, diz Polícia Federal

O Porto de Suape em Pernambuco era um dos locais utilizados por uma organização criminosa especializada em armazenamento de cocaína vinda da Bolívia e levada até a Europa, segundo a Polícia Federal. O grupo foi alvo nesta segunda-feira (09) de operações em seis estados do Brasil, incluindo Pernambuco, onde foram incluídos cinco mandados de busca e apreensão nas cidades do Recife (Torre e Boa Viagem), Jaboatão dos Guararapes (Piedade), Bonito, no Agreste, além de Petrolina no Sertão.

Além de Suape, a droga também era escoada no Porto de Belém, no Pará. As investigações começaram com a apreensão de 808,2 quilos de cocaína escondidos em uma carga de bananas, no Porto de Suape em junho de 2019. De acordo com a Receita Federal, responsável pelo flagrante, o material seguiria para a Bélgica

 

Com informações do JC

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.