Por falta de patrocínio, Porto Cult anuncia encerramento de atividades

Um dos projetos mais legais de Porto de Galinhas, o Porto Cult, que tem o objetivo de promover a cultura local e dar ao turista um maior conforto anunciou nesta quarta-feira (02) o encerramento de suas atividades. O motivo: falta de patrocínio.

Ao longo de dois anos a iniciativa se caracterizou por encantar os frequentadores da Vila, a exemplo das badaladas sombrinhas coloridas inspiradas nas existentes na cidade de Águeda em Portugal e também por promover apresentações musicais de jazz, blues e grupos culturais da região na Rua das Piscinas Naturais.

“Com profunda tristeza, comunicamos que por falta de patrocínio, o Porto Cult encerrará suas atividades neste mês de outubro. Nosso ultimo evento acontecerá 27/10/19”, afirmou a organização em nota oficial.

Nas redes sociais os internautas lamentaram. “Meu Deus, que triste. Estive aí em setembro e assisti uma apresentação maravilhosa! Fé em Deus vocês voltarão”, lamentou Graciene Souza.

Já Magdalva Rubenite pediu providências ao Governo Municipal. “Que Pena! Porto ganha conquistas e os governantes abandonam. Vamos se mexer Prefeitura”, disse.

Em um grupo de whatsapp, o secretário de cultura do Ipojuca, Jorge Henrique Soares, tentou justificar.

“Após ser questionado se a prefeitura poderia ajudar! Acho que pela Prefeitura não. Até porque trata-se de um projeto particular. As leis brasileiras são muito severas em relação a isso. O próprio Tribunal de Contas fala que ‘não é dever do poder público realizar sonhos de terceiros’. O Porto Cult é um projeto sensacional, mas que vislumbra uma única rua, para um comércio seletivo”.

Acrescenta: “Para haver o investimento com dinheiro público é necessário haver a democratização dos direitos. Por exemplo: permitir a venda de ambulantes, etc. Além de tudo, a prefeitura teria que justificar porque decidiu investir no Porto Cult e não em outras ruas, como a Beijupirá, Alameda Luciano do Vale, dentre outras”.

“Lamento muito a decisão do grupo Porto Cult, no entanto, entendo perfeitamente as dificuldades de se manter um projeto desse. O que posso oferecer no momento é a disponibilidade do Clube Municipal de Ipojuca para realização de Shows solidários ao projeto. Com isso pode-se arrecadar um bom dinheiro para as contratações semanais. Estamos à disposição para colaborar no que for possível”.

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.