População ipojucana adere ao Colab e bota boca no trombone sobre problemas do município

Buracos em via pública, entulhos na calçada, pontos de alagamento e lâmpadas apagadas. Aos poucos a população ipojucana está aderindo ao aplicativo Colab, lançado pela Prefeitura do Ipojuca no último dia 07 de maio. O app, disponível nas plataformas android e IOS têm como finalidade fazer uma ponte entre o cidadão e a gestão municipal e recebe reclamações de moradores de todas as partes do município sobre os problemas da cidade.

Na Vila do Estaleiro, por exemplo, a internauta Priscila Alves registrou um vazamento de água por parte da Compesa, segundo ela há quase um mês. Na Rua do Comércio, Centro de Ipojuca, Maria denuncia imóveis abandonados nas proximidades do Supermercado Todo Dia que estariam sendo utilizados para consumo de drogas por usuários e dá como sugestão transformar o espaço em uma praça.

Em Porto de Galinhas, local do município de maior registro de reclamações, o esgoto a céu aberto foi registrado por Luiz Felipe há dois dias. O mal cheiro está vindo da Rua do Socó, ao lado do supermercado Arcomix e está incomodando moradores e transeuntes. Também no balneário um caso teve final feliz. Bruno Henrique registrou uma lâmpada apagada na Praça 17 e logo em seguida postou informando que o problema já foi solucionado.

Em Nossa Senhora do Ó, Sara Higino reclama de um ponto de alagamento próximo ao cartório do distrito e acrescenta que qualquer chuvinha já compromete a passagem dos pedestres.

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.