Justiça proíbe bugueiros de interditar vias públicas em Ipojuca

A justiça de Ipojuca determinou nesta quinta-feira (11) que manifestantes não podem bloquear rodovias públicas no município para realizar protestos contra o ato administrativo Concorrência Pública nº 01/AMTRANS/2019, referente à permissão para fins de desenvolvimento da atividade do Buggy-turismo.

O despacho, assinado pela juíza Nahiane Ramalho de Mattos da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipojuca afirma que não se está a impedir o direto de livre manifestação por aqueles que protestam, mas que “a liberdade de manifestação e reunião não autoriza os participantes do movimento a ocupar bens públicos de uso comum de forma indevida, a ponto de inviabilizar, no caso, o acesso à Praia de Porto de Galinhas, a principal praia turística do Estado de Pernambuco”.

Quem interditar qualquer trecho da rodovia, que é o principal acesso ao destino turístico, pode ser multado em R$ 5 mil, ficando autorizado o uso de força policial para assegurar o cumprimento da determinação. A decisão atende a um pedido da Prefeitura do Ipojuca.

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.