Ipojuca realiza barreira sanitária na PE-38

A Prefeitura do Ipojuca realizou neste sábado uma barreira sanitária na PE-38, na altura do distrito de Nossa Senhora do Ó, estrada que dá acesso às praias de Muro Alto, Porto de Galinhas, Maracaípe, entre outras. A operação tem como objetivo conscientizar os visitantes do município que quarentena não é férias e que as praias de Ipojuca estão fechadas desde o dia 22 de março.

Este é primeiro final de semana em que passa a valer o lockdown em municípios vizinhos à Ipojuca como Recife, Olinda, Jaboatão, Cabo e São Lourenço da Mata e a Prefeitura do Ipojuca está atenta para que não haja migração dos moradores destas localidades para as casas de veraneio e, com isto, aumentem os índices de contaminação. Na ação realizada pela Prefeitura do Ipojuca, centenas de carros foram abordados por agentes de saúde que mediram a temperatura corporal de quem chegava ao município de carro, com termômetros infravermelhos, também foram feitas perguntas sobre a possibilidade de alguns sintomas e, de forma preventiva, foram entregues máscaras para aqueles que estavam sem elas.

“A receptividade dos condutores foi muito positiva, inclusive entendendo o cuidado da Prefeitura neste momento de pandemia e elogiando a ação. Eu também quero ressaltar que foi muito positivo ver que praticamente todos estavam fazendo uso da máscara. Das centenas de pessoas que abordamos, não chegamos a entregar nem 15 máscaras. Isto mostra que as pessoas estão tomando consciência sobre a contaminação”, afirmou o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte de Ipojuca (AMTTRANS), George do Rêgo Barros.

A secretária de Turismo do Ipojuca, Carol Vasconcelos, também considerou a ação importante para o destino de Porto de Galinhas, que é o mais visitado de Pernambuco. “Todas as ações restritivas realizadas pelo Comitê Contra o Coronavírus, coordenada pela prefeita Célia Sales, impactaram o Turismo, mas foram certeiras para conter a contaminação. Ipojuca tem muito menos casos de COVID-19 do que os municípios vizinhos e quando esta pandemia passar, estaremos com muito mais expertise para receber os turistas”, comentou Carol Vasconcelos. Participaram da ação agentes de trânsito, agentes de saúde e guardas municipais.

TRANSPORTE COLETIVO
Começou a valer neste sábado (16) a portaria estadual que obriga transportes coletivos municipais (kombis, vans e microônibus) a só transportarem o número máximo da lotação de cada veículo. Acima deste número, ou seja, a existência de pessoas em pé, não será permitido. Assim como faz-se obrigatório o uso de máscaras por parte dos motoristas, cobradores e passageiros. A Prefeitura do Ipojuca realizou neste sábado a fiscalização nos transportes coletivos do Centro do Ipojuca e de Nossa Senhora do Ó e, segundo o presidente da Autarquia de Trânsito, não foi vista nenhuma irregularidade. As fiscalizações seguirão em Camela e demais localidades do município.

 

Foto: Marly Ribeiro/Secom Ipojuca

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.