Governo desapropria casa em que Capiba morou e a incorpora a patrimônio de Pernambuco

O Governo de Pernambuco publicou nesta terça-feira (3) o decreto de desapropriação da casa onde morou o músico pernambucano Capiba, um dos mais conhecidos compositores de frevos do Brasil, que morreu em 1997. O imóvel, localizado no número 369 da Rua do Espinheiro, na Zona Norte do Recife, agora passa a ser incorporada ao patrimônio do estado.

A desapropriação foi decretada próxima ao dia em que o compositor completaria, 103 anos, se estivesse vivo, em 28 de outubro, e aos 20 anos do falecimento de Capiba. Segundo o governo, o decreto “destina-se à preservação e conservação da Casa de Capiba, a fim de manter a memória artística de Pernambuco”.

Lourenço da Fonseca Barbosa, conhecido como Capiba, nasceu em Surubim, no Agreste de Pernambuco. O artista compôs mais de 200 canções, em sua maioria frevos, ritmo que o consagrou como uma das maiores expressões da música pernambucana e brasileira. Entre as canções, estão ‘Oh bela!’ e ‘Madeira que cupim não rói’. Capiba morreu em 31 de dezembro de 1997, deixando um legado que reúne entre sambas a músicas eruditas.

Ainda segundo o decreto, as despesas com a execução da desapropriação serão de responsabilidade do Tesouro Estadual. A responsabilidade de desapropriação do imóvel ficará a cargo da Procuradoria Geral do Estado.

Memória preservada

A casa em que Manuel Bandeira morou na infância, na Rua da União, foi transformada em um centro cultural, chamado ‘Espaço Pasárgada’, que abriga a Coordenadoria de Literatura da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e tem programação cultural constante.

Recife também foi o lar do escritor Gilberto Freyre. Localizado no bairro de Apipucos, na Zona Norte do Recife, a Casa-Museu Magdalena e Gilberto Freyre reúne objetos que aproximam os curiosos do autor e sua história. O local é administrado pela Fundação Gilberto Freyre (FGF). A construção, reconhecida como casa-grande original do século 19, abriga o conjunto de objetos colecionados, guardados e ordenados pela família Freyre. O acervo é base de pesquisa e local de visitação.

Já a casa em que a escritora ucraniana Clarice Lispector morou com a família, no bairro da Boa Vista, na região central do Recife, se encontra atualmente fechada, com sinais de depredação. O imóvel em que Clarice morou na infância fica na esquina da Rua do Aragão com a Travessa do Veras, ao redor da Praça Maciel Pinheiro, onde há uma estátua da escritora.

G1 PE

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.