Em Ipojuca, cerca de 4 mil beneficiários recebem a 7ª parcela do BEM

Nesta primeira sexta-feira (06) de novembro, entra na conta de cerca de 4 mil trabalhadores informais que vivem do turismo em Ipojuca, os R$500 do Benefício Eventual Municipal (BEM). A Prefeitura do Ipojuca realiza pelo sétimo mês consecutivo o pagamento do benefício para aqueles trabalhadores informais com cadastro prévio na Prefeitura que tiveram, por quase seis meses, suas atividades suspensas por causa do COVID-19. A 7ª parcela corresponde ao valor de mais de R$1,8 milhão.

A Prefeitura do Ipojuca foi a única do Brasil que, além do Governo Federal, concedeu um benefício aos trabalhadores informais na pandemia. “A cada mês temos ouvido relatos de pessoas que tiveram problemas com o benefício do Governo Federal e que nos dizem que se não fossem os R$500 concedidos pela gestão municipal teriam passado muitas dificuldades”, afirmou a secretária de Assistência Social do Ipojuca, Anne Banja.

O litoral de Ipojuca foi o primeiro a interditar suas praias, em 22 de março, antes mesmo do decreto estadual, e foi também o primeiro a entregar o protocolo sanitário municipal de volta das atividades comerciais e turísticas em 03 de junho, mas cumpriu o cronograma estadual de abertura. “Estas pessoas, com a paralisação das atividades econômicas, ficaram em vulnerabilidade”, explicou Anne Banja. De acordo com a Secretaria de Turismo municipal, cerca de 25 mil pessoas vivem do Turismo no município de forma direta ou indireta.

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.