Câmara de Ipojuca instala comissão para investigar denúncias de irregularidades no edital dos bugueiros

A Câmara de Vereadores do Ipojuca instalou nesta quinta-feira (11) a pedido do vereador Deoclécio Lira (PSB) durante sessão plenária o requerimento para instalação de uma comissão provisória para apurar denúncias de irregularidades no processo de chamamento do edital dos bugueiros que atuam no litoral ipojucano. O pedido foi aprovado por unanimidade pelos 12 parlamentares que compõe a casa legislativa.

Entre as irregularidades apontadas por representantes da categoria, que realizaram protesto na última quarta-feira (10) está o fato de um concorrente aprovado ser jurado do certame. Outro contemplado com a concessão, de acordo com os profissionais, possui habilitação cassada, além de ser funcionário da Prefeitura.

“Vamos requerer que seja enviada toda documentação a respeito deste edital de concessão e chamamento público e analisar para verificar se existem irregularidades. Caso seja constatada, iremos solicitar a anulação do processo licitatório”, afirmou o vereador Deoclécio.

O edital de licitação “Buggy Turismo” que trata da concessão de 46 novos permissionários foi publicado no Diário Oficial do Estado no último dia 31 de janeiro e uma errata em 21 de fevereiro alterando prazos para entrega da documentação. Os bugueiros não classificados poderão recorrer ao Governo Municipal até o próximo dia 17 de abril. Após análise, o resultado final será publicado um dia após no Diário Oficial

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.