Albérico tenta burlar decisão judicial e Justiça estabelece nova multa

O atual presidente da Câmara de Ipojuca e candidato à Prefeitura, Albérico da Cobal (PP), foi novamente condenado pela justiça por descumprir uma determinação judicial e foi multado em R$ 20 mil. O valor deverá ser registrado no cadastro eleitoral do vereador após o trânsito em julgado, a qual será revertido ao Fundo Partidário. ⠀

O progressista havia sido condenado em decisão anterior por propagar fake news em suas redes sociais, através de uma imagem onde mostrava que a Prefeitura de Ipojuca seria alvo de mandado do MPF por uso de respiradores testados em porcos.

“A Juíza da 36ª Vara Federal/PE declara que o seu objeto de investigação versa sobre recursos públicos federais destinados ao Município de Recife/PE”, afirmou a magistrada Ildete Veríssimo de Lima em seu despacho.

A decisão anterior intimava Albérico a publicar duas retratações em suas contas no instagram e facebook. O candidato publicou o conteúdo enviado pela coligação “Por amor a Ipojuca e ao ipojucano” em seus stories, o que foi entendido pela justiça como tentativa de burlar a decisão.

“É notável a contumácia, a extrema obstinação e insistência de ALBÉRICO DE SOUZA LOPES em descumprir a ordem judicial. No entanto, nenhum elemento da decisão deixa margem a entendimento de que as postagens poderiam ser feitas em “STORIES”, sendo evidente que as duas postagens deveriam ser feitas no mesmo espaço, NO “FEED”, na “linha do tempo” de suas redes sociais, em que foi feita a ofensa”, afirma trecho do documento.

Caso não cumpra nova decisão, Albérico poderá ter seus perfis no instagram e facebook suspensos pelo prazo de cinco dias.

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.