Ação da Campanha ‘Coração Azul’ alerta para tráfico de pessoas em Ipojuca

Uma ação realizada em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco, nesta sexta-feira (3) alerta para o tráfico de pessoas. Desde às 10h, policiais rodoviários federais e representantes da Secretaria Especial da Mulher do Município atuam na Praça Getúlio Vargas, no centro. O evento marca o encerramento do mês de mobilização ao enfrentamento desse crime, por meio da ‘Campanha Coração Azul’, que também chama a atenção para o desaparecimento de crianças e adolescentes no Estado.

Estão sendo realizadas palestras ao público em um ônibus adaptado para ações educativas e distribuído material informativo. Entre os alertas estão formas de identificação e prevenção a essas práticas criminosas, riscos do tráfico de pessoas, os impactos nas vidas de vítimas traficadas, atenção aos refugiados e migração.

Na campanha, também está sendo dado alerta para o desaparecimento de jovens. Em Pernambuco, por exemplo, 126 crianças sumiram de casa no ano passado. O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) alerta que é preciso atenção dos pais para evitar esse tipo de situação.

Participaram ainda da mobilização equipes do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado de Pernambuco e do Núcleo de Prevenção ao Tráfico de Mulheres do Ipojuca.
Iniciativa

A iniciativa integra a campanha internacional Coração Azul, lançada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública. A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu a data de 30 de julho para instituir o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, como uma forma de alertar a população sobre esse crime.

Contatos

Qualquer denúncia pode ser feita através do Disque 100, 180 ou pelo telefone 191, da PRF, nos casos flagrados nas rodovias federais. A ligação é gratuita e não é necessário se identificar. Para obter mais informações sobre o tema, a população também pode entrar em contato com o Núcleo de Prevenção ao Tráfico de Mulheres do Ipojuca, por meio do número (81) 3551-2505 ou pelo Disque Denúncia (81) 3421.9595.

 

Foto: Marly Ribeiro/Prefeitura do Ipojuca

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.