Veículo da Polícia Federal do Rio de Janeiro. 28/07/2015 REUTERS/Sergio Moraes

Recife/PE – A Polícia Federal deflagrou, hoje (16/6), a Operação Antídoto com
A Operação Antídoto com o propósito de investigar as contratações diretas emergenciais realizadas pela Secretaria de Saúde da Prefeitura do Recife, no enfrentamento à pandemia do COVID-19.

A ação conta com o apoio da Controladoria-Geral da União – CGU e está dando cumprimento a seis mandados de busca e apreensão.

Foram constatados indícios de que determinada empresa, favorecida com 14 dispensas de licitação, em valores superiores a R$ 81 milhões, estaria constituída em nome de “laranjas” e não teria capacidade operacional para fazer frente aos contratos.

Além disso, foram detectadas diversas irregularidades nos procedimentos de dispensa de licitação realizados pela Secretaria de Saúde do Recife, indicando terem sido montados com o propósito de justificar a contratação da empresa investigada.

Os crimes investigados são de falsidade ideológica, peculato (desvio de dinheiro público) e dispensa indevida de licitação, sem prejuízo de outros que possam surgir no decorrer da apuração.

Fonte:

Veículo da Polícia Federal do Rio de Janeiro. 28/07/2015 REUTERS/Sergio Moraes

Comunicação Social
Fone: (81) 2137-4076
E-mail: cs.srpe@dpf.gov.br

text

Adicione seu comentario

Seu endereo de email no ser publicado.